O Silêncio dos Inocentes (1991) – Clássico

Um thriller para todos governar

O filme O Silêncio dos Inocentes foi adaptado do livro homônimo lançado apenas três anos antes por Thomas Harris. Este longa impecável e irretocável de Jonathan Demme consegue desenvolver seus personagens de maneira natural e interessante, à medida que sempre avança a trama e estabelece um suspense sólido, que certamente serviu de escola para dezenas de outras produções seguintes (entre elas, algumas pérolas, como “Seven”, “Zodíaco” e “True Detective”).

Deu de presente para o cinema um dos maiores personagens da cultura pop mundial: o canibal Hannibal Lecter, que permitiu ao sempre brilhante Anthony Hopkins um dos maiores papéis de sua carreira, com uma figura sagaz, inteligentíssima e perigosa não só no campo físico, como inclusive psicológico, repleto de nuances deliciosas de se acompanhar durante a rodagem.

Demme aproveita as subtramas para passear por cada pista com calma, mas sem jamais perder o ritmo, fechando closes em seus personagens ou abrindo a panorâmica para os cenários insólitos e/ ou tormentosos.

O Silêncio dos Inocentes
Hannibal Lecter e Clarice Sterling

O Silêncio dos Inocentes

Entre o elenco poderoso e inspirado (que conta com grandes nomes, como Scott Glenn e Ted Levine), Jodie Foster se destaca com sua protagonista poderosa e empoderada décadas antes de temas como feminismo e machismo (este principalmente), passarem a ser discutidos e vistos em Hollywood, com uma agente centrada em sua missão, sem paixonites pelo caminho, independente de homens e que obtém sucesso em todas suas ações, sem que para isso precise se tornar uma mulher máscula (a exemplo de outras figuras de seu período, como Ellen Ripley), rodeada de um mundo masculino sufocante, onde recebe uma cantada a cada passo.

Envolvida em cenas de forte impacto que vão muito além da investigação que percorre, como o esperma jogado em seu rosto, a abordagem incisiva de um superior e os olhares subestimados dos policiais, sua Clarice Sterling tem de lidar com três diferentes homens na jornada: Hannibal como o improvável tutor, a figura paterna no supervisor Jack Crawford e o abstrato e incompreendido Buffalo Bill, que em comum guardam apenas o detalhe de não a desejarem, por isso têm o seu respeito.

Mais do que um ótimo início de carreira (tanto para a atriz quanto para sua personagem), com um caso incrivelmente bem investigado do começo ao fim, em um desfecho catártico e copiado à exaustão posteriormente, a protagonista consegue provar (para as poucas agentes ao seu redor, para o corpo policial masculino e para o público) que ela, assim como qualquer outra, pode e vai conseguir sim, neste que é um dos maiores e mais arrebatadores suspenses de todos os os tempos.

O Silêncio dos Inocentes | Trailer Oficial

O Silêncio dos Inocentes

Nome Original: The Silence of the Lambs
Direção: Jonathan Demme
Elenco: Jodie Foster, Anthony Hopkins, Lawrence A. Bonney, Scott Glenn
Gênero: Crime, Drama, Thriller
Produtora: Orion Pictures
Distribuidora: 20th Century Fox Home Entertainment
Ano de Lançamento: 1991
Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar