Oliver! – Inspirado na obra de Charles Dickens

Oliver! acompanha o jovem Oliver Twist (Mark Lester), um órfão que após pedir mais comida aos supervisores do orfanato é vendido para o Sr. Sowerberry (Leonard Rossiter), dono de uma funerária. O Sr. Sowerberry quer que Oliver trabalhe como seguidor de féretro em enterros de crianças, mas o garoto consegue escapar e nas ruas conhece Jack Dawkins (Jack Wild), conhecido como Artful Dodger que o apresenta a Fagin (Ron Moody), um ladrão que abriga uma série de crianças, mas que as obriga a roubarem para ele.

A história de Oliver Twist já é conhecida por boa parte das pessoas, mas a origem do musical já não é tão conhecida. A obra original é, naturalmente, o livro de Charles Dickens, mas o filme por sua vez, é inspirado no musical da Broadway de mesmo nome, que também é inspirado em Twist.

Phil Collins na época em que interpretava Oliver Twister no West End
Phil Collins na época em que interpretava Oliver Twister no West End

Oliver! estreou em West End em 1960, estrelado por Ron Moody, Georgia Brown e Barry Humphries. Keith Hamshere interpretou o primeiro Oliver, mas o papel passou na mão de outros garotos ao longo dos anos, incluindo Phil Collins. Já Martin Horsey foi o primeiro Artful Dodger, mas até Davy Jones, dos Monkees chegou a interpretá-lo. Steve Marriott, que depois ficou famoso nas bandas Small Faces and Humble Pie, também atuou no musical. Oliver! chegou à Broadway em 1963, também com Davy Jones no elenco e foi indicado a dez Tonys. O musical ganhou revivals no West End em 1977, 1983, 1994 e 2009. Na Broadway, ele teve um revival em 1983. Em 2011, a peça fez um tour pelo Reino Unido. Além disso, Oliver! já ganhou montagens na Alemanha, no Japão, na Austrália, na Estônia, em Israel, na Bélgica, na Síria e nos Emirados Árabes.

Oliver Twist

O personagem principal de Oliver Twist é justamente Oliver. Ele é um órfão que é vendido para um agente funerário e depois foge, se encontrando nas ruas, até que precisa recorrer a pequenos furtos para sobreviver. O musical dá uma simplificada na história de Dickens, porque seria difícil desenvolver uma trama muito complexa em meio a músicas e números musicais.

O personagem de Fagin, por exemplo, que no livro é o vilão e é de fato, terrível, no musical ganha uma persona muito mais cômica do que vilanesca. Essa escolha faz muito sentido quando se pensa em musical. Os vilões de musicais tendem a ser mais divertidos e cantarem músicas que possam fazer a plateia rir, mas nem tanto quando se pensa em todas as questões que Oliver Twist aborda.

Davy Jones atuou no musical em West End e na Broadway
Davy Jones atuou no musical em West End e na Broadway

Mesmo para um musical, que geralmente trabalha em uma atmosfera fantasiosa e muitas vezes fantástica, Oliver! apresenta aspectos bem realistas e que falam sobre aspectos sociais da sua época.

Questões sociais

Toda a obra de Charles Dickens é conhecida por tratar de questões sociais da Inglaterra no século XIX e essa não é exceção.

Oliver Twist
Oliver Twist

A obra denuncia a situação dos órfãos e dos orfanatos, que são assuntos bem comuns nos livros de Dickens e aparecem em David Cooperfield e Grandes Esperanças. As condições em que o menino vive no orfanato são quase, ou até mais precárias do que as que ele vive nas ruas.

Dickens segue falando sobre a situação das crianças que vivem na rua, e dos trabalhos que elas são obrigadas a fazer para sobreviverem. Em Oliver Twist, as crianças servem basicamente às necessidades dos adultos, tanto que Oliver é vendido pelos donos do orfanato, trabalha para o agente funerário, e rouba para Fagin.

Artful Dodger e Oliver
Artful Dodger e Oliver

O livro e, consequentemente, o musical retratam um período da história onde as crianças eram tratadas como adultos pequenos e onde nem se pensava em direitos ou proteção para elas. É um mundo surreal para quem vive nos dias de hoje e através de obras como Oliver Twister e Oliver! podemos ter acesso a isso. Oliver! pode dar uma amenizada no conteúdo do livro, porque é divertido, alegre e cheio de cantoria, mas ainda apresenta a realidade nua e crua de uma criança órfã que rouba para sobreviver.

Aspectos técnicos

Esta é uma grande produção e é possível ver isso pelos figurinos e cenários. O filme reconstrói o século XIX e as suas roupas. Os figurinos são escuros e opacos, afinal, refletem uma parcela pobre da população que vive na tragédia. As roupas mais coloridas são as de Nancy (Shani Wallis).

Oliver! fala sobre as condições das crianças órfãs
Oliver! fala sobre as condições das crianças órfãs

Existe uma polêmica que circunda a obra de Dickens e se transfere para Oliver!. Fagin, o vilão, é geralmente associado ao povo judeu. No roteiro não existe nenhuma alusão clara a isso, mas os atores que interpretaram Fagin no musical depois de Ron Moody são em sua maioria judeus. A descrição do personagem também pode dar a entender isso. O ator que representa Fagin deve usar uma prótese de nariz grande, uma barba que lembra a de um rabino e falar com sotaque iídiche. Para completar, o Fagin do filme tem uma representação um tanto cômica, que tira do filme questionamentos importantes, como se um homem que se aproveita de crianças deveria ser retratado como um palhaço.

O musical também não faz muito para mudar a ideia preconceituosa sobre os judeus que está presente no livro, e reforça alguns estereótipos absurdos. Mesmo assim, Oliver! ainda é uma crítica ao trabalho e ao abuso infantil, só que faz isso através de números musicais.

Jack Wild em cena do filme
Jack Wild em cena do filme
As músicas

As músicas que fazem parte da trilha sonora são as mesmas do musical. O filme, no entanto, omite as músicas I Shall Scream, That’s Your Funeral, My Name e boa parte das reprises que estão presentes na peça. As músicas Boy for Sale e Where Is Love foram ligeiramente modificadas. Entre as músicas que tocam no filme estão Oliver, Oliver!, Where Is Love?, Consider Yourself, I’d Do Anything, Be Back Soon e As Long as He Needs Me. Os números musicais são grandiosos e repletos de dança, e levam a história para frente. Oliver! é um musical com muitas músicas.

O filme dá uma modernizada a obra de Dickens, mas ainda é fiel
O filme dá uma modernizada a obra de Dickens, mas ainda é fiel

A trilha sonora da primeira parte é animada e divertida, mesmo que o tema do filme seja o exata oposto disso. Já a da segunda parte é um pouco mais melancólica e mais próxima do assunto sobre o qual o filme trata. Oliver! é uma adaptação mais moderna do clássico de Charles Dickens, que ainda faz as mesmas denúncias que a obra original.

Oliver!

Nome Original: Oliver!
Direção: Carol Reed
Elenco: Ron Moody, Oliver Reed, Hugh Griffith, Leonard Rossiter, Leonard Rossiter
Gênero: Musical, Comédia
Produtora: Warwick Film Productions
Distribuidora: Colombia Pictures
Ano de Lançamento: 1968

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar