Um Amante Francês, um gigolô na França

Em Um amante Francês, Alex (Kad Merad) vive com uma senhora mais velha e usa muito do dinheiro dela. Quando ela, inesperadamente, o troca por um homem mais jovem, ele é obrigado a ir morar com a irmã (Anne Charrier), com quem perdeu o contato, e com o sobrinho (Léopold Moati).

Agora, Alex vai fazer de tudo para encontrar outra mulher que possa sustentá-lo, enquanto ajuda seu sobrinho a conquistar a menina que ele gosta.

Alex, um amante francês

Quando o filme começa, Alex é um jovem sedutor que consegue enredar qualquer mulher facilmente. É assim que ele conhece a mulher mais velha com quem vive. No entanto, conforme vai ficando mais velho, a sua situação fica cada vez mais difícil, já que a mulher vai perdendo o interesse por Alex. É a partir daí que acontece o grande ponto de virada de Um Amante Francês.

Sarah e Hugo
Sarah e Hugo

Quando Alex se vê sem casa e sem dinheiro, ele é obrigado a recorrer a Sarah, sua irmã, com quem ele não fala há anos. Vivendo na casa de Sarah, ele também começa a conhecer e conviver com seu sobrinho, Hugo. Enquanto tenta conhecer outra mulher que possa sustentá-lo, Alex passa a ajudar seu sobrinho a conquistar a menina que ele gosta.

Nesse sentido, Um Amante Francês é um filme com um roteiro bem clássico e que apresenta personagens que vão mudando durante o tempo. Alex demostra que tem capacidade para se tornar uma pessoa melhor e mudar o seu modo de vida quando começa a ajudar o sobrinho, mesmo que suas dicas de conquistas sejam um pouco ultrapassadas e, algumas vezes, até problemáticas.

Alex começa a se relacionar com o sobrinho em Um Amante Francês
Alex começa a se relacionar com o sobrinho

Inversão de papéis

Um ponto interessante de Um Amante Francês é que o filme faz uma inversão dos papéis sociais, uma vez que apresenta um homem mais jovem que se relaciona com uma mulher mais velha em troca do dinheiro dela. Essa não é uma premissa comum em filmes, já que normalmente assistimos mulheres mais jovens se relacionando com homens mais velhos em troca de dinheiro.

A partir desse princípio, o filme apresenta diversas situações inversas do que normalmente é mostrado. Por exemplo, é Alex que é sexualizado quando, para chamar a atenção das mulheres que deseja conquistar, pula na piscina com pouca roupa. Outro momento em que isso acontece é quando Alex reclama porque ficou velho e “com peitos caídos”, que é uma reclamação comum para quando homens trocam suas esposas de anos por mulheres mais jovens.

Kad Merad em cena do filme
Kad Merad em cena do filme

Essa é uma perspectiva interessante para se dar ao filme, afinal, seria até repetitivo fazer um filme sobre uma jovem que se aproveita de homens ricos mais velhos, mas a ideia de um homem que se aproveita de mulheres mais velhas é bem mais original e rende momentos divertidos, ainda mais quando se pensa na possibilidade desse homem ser trocado justamente porque não é mais jovem e bonito.

Aspectos técnicos de Um Amante Francês

Sem dúvida nenhuma, esta é uma comédia que funciona muito bem. O filme é extremamente divertido, e apresenta uma grande quantidade de cenas engraçadas. Nesse sentido, Um Amante Francês se distancia bastante da ideia que algumas pessoas têm dos filmes franceses, de que eles são, por exemplo, necessariamente “filmes cabeça”. Este não é um “filme cabeça” e nem parece querer ser, sua intenção parece ser apenas divertir o público.

O filme Um Amante Francês inverte papéis sociais
O filme inverte papéis sociais

Para tal, ele precisa de um bom elenco e isso também está presente no filme. Todo o elenco se sai muito bem e é divertido à sua maneira, mas as atuações que chamam mais a atenção são a do pequeno Léopold Moati e do protagonista Kad Merad.

Isso pode acontecer também porque os dois dividem a cena em muitos momentos e tem uma ótima química. A relação entre Alex e o seu sobrinho também é uma das forças presentes no filme, uma vez que parece, no começo, que Alex tem muito a ensinar a Hugo, mas ao longo do tempo, prova-se o contrário.

Alex e Hugo
Alex e Hugo

Um Amante Francês quer transmitir uma mensagem clássica e até meio batida, mas isso não é exatamente um problema já que se cerca de momentos muito divertidos e ainda é capaz de proporcionar questionamentos a plateia. O filme estreia hoje, dia 28 de novembro.

Um Amante Francês

Nome Original: Just a Gigolo
Direção: Olivier Baroux
Elenco: Kad Merad, Anne Charrier, Léopold Moati, Pascal Elbé, Thierry Lhermitte
Gênero: Comédia
Produtora: Eskwad, Chapter 2, TF1 Films Production
Distribuidora: Pagu Pictures
Ano de Lançamento: 2019
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar