Uma Longa Queda, de Nick Hornby

A depressão por outro ponto de vista

Martin, Maureen, Jess e JJ. se encontram no topo de um prédio em Londres, quando eles quatro planejam se suicidar. Todos desejam cometer o ato sozinhos, por isso, adiam seus planos e começam a conversar.

Enquanto vão contando suas histórias, os personagens acabam se tornando amigos e resolvem se conhecer melhor fora daquela situação, enquanto pensam se vão mesmo dar prosseguimento aos seus planos iniciais.

Um dos pontos mais interessantes de Uma Longa Queda é o fato do livro mergulhar na vida de quatro personagens diferentes. Como é narrado pelo ponto de vista de cada um deles, em capítulos intercalados, a sensação que o leitor tem é que ele está, de fato, na mente dessas pessoas e que realmente as conhece.

Martin, Maureen, Jess e JJ. em cena do filme de 2014
Martin, Maureen, Jess e JJ. em cena do filme de 2014

Perspectivas diferentes

Martin é um apresentador que, depois de manter relações sexuais com uma adolescente de quinze anos, perdeu seu emprego e sua esposa, e cumpriu pena por um tempo. Ele sente que estragou sua vida de todas as maneiras possíveis e, por isso, está em cima de um prédio pensando em se matar. Já Maureen é uma dona de casa que tem um filho deficiente, de quem ela cuida 24 horas por dia. Por isso, ela se sente atolada e acha que sua vida nunca vai mudar.

Jess é uma garota de dezoito anos que é solitária, tem poucos amigos e tem problemas com a família. Além disso, sua irmã Jen desapareceu e ninguém sabe exatamente o que aconteceu com ela, e Jess não superou isso. JJ é um americano que foi para Londres com sua namorada Lizzie, em busca de seu sonho de se tornar músico, mas que deixou sua carreira a pedido da namorada e que depois foi abandonado por ela.

Uma Longa Queda dá ao leitor acesso à mente dos quatro personagens e nós não ficamos sabendo só o que eles falam um para o outro, mas também as mentiras que eles contam e o que eles omitem, muitas vezes para justificar suas tentativas frustradas de suicídio.

Imogen Poots como Jess
Imogen Poots como Jess

Depressão

O livro tem como tema principal o suicídio, e justamente porque os quatro protagonistas não o cometem quando planejaram originalmente, que o tema acaba sendo debatido por bastante tempo.

Cada um deles tem um motivo para estar em cima de um prédio, pensando em se matar e, certamente, para cada leitor, alguns dos motivos podem parecer bobos e sem qualquer sentido, mas é justamente por isso que Uma Longa Queda aborda a depressão nas suas mais variadas formas, já que para quem está de fora é sempre muito difícil julgar o que a pessoa deprimida sente e o que leva uma pessoa a se suicidar, por exemplo.

É importante ressaltar que a depressão nem sempre tem a ver com acontecimentos e decepções da vida, que a doença é uma condição médica, que precisa de tratamento, mas que pode ser motivada por tristezas que a pessoa enfrenta. No livro, o autor não entra em questões técnicas e nem determina que os personagens estão em depressão, mas a trama gira ao redor de pessoas que planejaram se suicidar por diversos motivos e, por isso, eventualmente trata desses assuntos, mesmo sem nomeá-los.

Uma Longa Queda fala sobre depressão, embora não a nomeie diretamente
Uma Longa Queda fala sobre depressão, embora não a nomeie diretamente

Uma Longa Queda na mídia

Comparada a outras obras de Nick Hornby, este livro ganhou poucas adaptações, já que só virou um filme, em 2014, estrelado por Imogen Poots, Aaron Paul, Pierce Brosnan e Toni Collette que é relativamente fiel à obra original.

Uma Longa Queda é, em muitos aspectos, um livro muito típico de Nick Hornby, mas trata de um assunto que diz respeito a todos e, embora não seja uma aula, pode sim, ensinar seu leitor sobre empatia e sobre a resistência.

Nome Original: Uma Longa Queda
Autor: Nick Hornby
Editora: Companhia das Letras
Gênero: Contemporâneo, Humor
Ano: 2006
Número de Páginas: 336

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar