Vidas Duplas, uma comédia sobre o meio literário

Em Vidas Duplas, Alain (Guillaume Canet) e Léonard (Vincent Macaigne), respectivamente, um editor e um escritor, tem que aprender a lidar com a crise do mercado editorial, assim como a crise em suas próprias vidas e relacionamentos.

Mundo literário

Vidas Duplas tem como personagens pessoas que fazem parte do mundo literário. Alain é um editor e Léonard é um autor que costuma publicar pela editora de Alain. Quando o filme começa, Léonard está conversando com Alain sobre a possível publicação de seu novo livro e o espectador rapidamente é introduzido a esse mundo. Enquanto isso, os dois conversam sobre como a indústria do livro está no momento.

Ao longo do filme, os personagens também falam muito sobre a crise no mercado literário e a possibilidade do livro físico ser substituído pelo livro digital. Alain, por exemplo, embora seja um editor, pensa que isso uma hora ou outra vai acontecer. Até já contratou uma especialista (Christa Théret) na sua editora. A esposa de Alain, Selena (Juliette Binoche) é uma atriz que não acredita e nem deseja que os livros físicos sejam extintos. A mesma coisa vale para Léonard, que nem pensa em vender o seu novo livro como ebook.

Juliette Binoche e Guillaume Canet em cena do filme Vidas Duplas
Juliette Binoche e Guillaume Canet em cena do filme

Outra coisa interessante do filme é que ele é metalinguístico e faz referências a outros filmes e livros. Uma das cenas mais divertidas é aquela em que Alain fala que estão pensando em chamar Juliette Binoche para narrar a versão em audiobook da obra de Léonard e que quem está arranjando isso é Selena, interpretada pela própria.

Duplicidade

No entanto, a crise literária não é a única que ganha voz no filme. Vidas Duplas também fala sobre a crise de vida de Alain e Léonard. Os dois são homens bem sucedidos, mas que ainda não se sentem completos. Alain se pergunta por quanto tempo seu emprego como editor está seguro. Léonard se pergunta se seus livros não são todos iguais, uma vez que ele escreve sobre seus relacionamentos.

Selena e Léonard
Selena e Léonard

É nesse aspecto que o título do filme faz ainda mais sentido. Vidas Duplas se refere também aos personagens dos livros de Léonard, que são versões de pessoas que ele conhece na vida real, inclusive Selena e sua esposa, Válerie (Nora Hamzawi).

O filme também pode falar sobre as vidas dos personagens, que não se mostram por inteiro em diversos momentos. Em resumo, Vidas Duplas analisa as crises de várias vidas e em aspectos diferentes.

 Canet interpreta um editor repensando a sua vida em Vidas Duplas
Canet interpreta um editor repensando a sua vida

Aspectos técnicos de Vidas Duplas

Este é um filme eficiente, com um roteiro bem amarrado, que faz sentido. As referências citadas durante a trama são muito bem feitas e tornam o filme muito divertido. O longa é repleto de cenas de conversas, onde os personagens discutem sobre a vida, sobre livros, sobre a arte e sobre como tudo isso pode sobreviver às tecnológicas dos dias de hoje.

São cenas que podem soar um pouco cansativas, mas na verdade são interessantes e produzem verdadeiras reflexões sobre os temas em questão. Além de todas parecerem extremamente naturais, já que soam de fato, como conversas que qualquer um de nós teria com os amigos.

Christa Theret em cena de Vidas Duplas
Christa Theret em cena de Vidas Duplas

Toda essa sensação de naturalidade aumenta em função das boas atuações que o elenco apresenta. Guillaume Canet e Vincent Macaigne dominam boa parte das cenas do filme e Juliette Binoche, como sempre, rouba as cenas em que aparece.

Vidas Duplas fala de um tema relevante e atual, com o qual cada um de nós pode se identificar, e é um filme bem feito, embora não apresente nada de extraordinário. Ele funciona e cumpre o que se propõe a fazer. Vidas Duplas entra em cartaz no dia 18 de abril.

Vidas Duplas

Nome Original: Doubles vies
Direção: Olivier Assayas
Elenco: Guillaume Canet, Juliette Binoche, Vincent Macaigne, Christa Théret, Nora Hamzawi
Gênero: Comédia, Drama, Romance
Produtora: CG Cinéma
Distribuidora: California Filmes
Ano de Lançamento: 2018
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar