Youtube GO, novos recursos com baixo consumo

A medida que o sistema operacional e as aplicações vão evoluindo e ganhando novas funcionalidades um novo problema surge para os usuários de tecnologia. Com o passar do tempo o hardware dos equipamentos tecnológicos passa a ficar defasado, apresentando lentidão e forçando uma nova compra e consequentemente novos gastos. Novos recursos aparecem incluídos para justificar essa transição, a própria premissa evolutiva nos impele a esse rumo. Mas não para a Google, que pensa que podemos revisar a coisa toda e torná-la mais leve, mais prática, daí nasce o Youtube GO.

Tornando mais leve e fluído a interação com vídeos por intermédio de dispositivos mobile, a gigante pensa não só naqueles países onde a taxa de conectividade é alta mas também aqueles mais carentes, é uma época onde a difusão da informação é uma requisito essencial, não só o Youtube como outras aplicações embarcaram na ideia e hoje é possível encontrar aplicações como o Files Go, Google Maps Go e, mais recentemente, Google Assistant Go.

O Youtube GO foi lançado em 2016 na Índia e gradativamente foi chegando a novos países. Agora, a Google volta a expandir o aplicativo, voltado para regiões em desenvolvimento, permitindo o cesso em mais de 130 países, inclusive o Brasil.

Em regiões onde a internet é limitada, ter em mãos um aplicativo que pesa 9,4 MB e que permite fazer o download de vídeos, definir limite de dados, escolher qualidade, entre outras funções, é uma demonstração das possibilidades dessa versão do Youtube feita especialmente para dispositivos móveis.

Algumas coisas vão te chamar atenção, o aplicativo foca em vídeos e não canais, permitindo inclusive que você compartilhe os vídeos com pessoas próximas a você, olha aí! Além disso, ao clicar para visualizar um vídeo é possível assistir um gif com partes do clipe, facilitando a identificação do conteúdo.

Seu aparelho não é lá essas coisas? Então acesse a Play Store e confira.

Tags

Luan Bião

Analista de informações e especialista em tecnologia, ficou tanto tempo preso no laboratório que tornou sua memória volátil, por sorte, nanorobôs mantém os registros de suas experiências direto na nuvem e o resultado filosófico você confere aqui no Vitamina Nerd.

Matérias Relacionadas

Close