A Fantástica Vida Breve de Oscar Wao, de Junot Díaz

O romance foi publicado em 2007

A vida nunca foi fácil para Oscar, um nerd dócil, porém desastrosamente obeso, de origem dominicana, que vive com a mãe e a irmã em um gueto em Nova Jersey. Humilhado pelos colegas e isolado do mundo, ele passa as horas na companhia de livros e filmes de ficção científica e fantasia, sonhando em se tornar o J.R.R. Tolkien latino e, sobretudo, em encontrar um grande amor. No entanto, é possível que nunca realize seus desejos, em virtude de um fukú ― uma antiga maldição que assola a família de Oscar há gerações, condenando seus parentes a prisões, torturas, acidentes trágicos e, acima de tudo, a paixões malfadadas. Oscar, que ainda anseia pelo primeiro beijo, é sua vítima mais recente ― até o verão fatídico que ele decide tornar o seu último. Com magnífica percepção e energia, Junot Díaz nos apresenta as vidas cativantes e tumultuadas de nosso herói, Oscar, de sua irmã Lola e da bela e arisca mãe dos dois, Belicia, descrevendo a jornada épica da família, de Santo Domingo a Nova Jersey, e o retorno deles à terra natal. Ao mesmo tempo, um retrato das lástimas da ditadura dominicana e da luta da família de Oscar pela sobrevivência em momentos históricos cruéis. Escrito com peculiar humor e ternura, A fantástica vida breve de Oscar Wao apresenta uma visão impressionante a respeito da vivência norte-americana contemporânea e da infindável capacidade do ser humano de perseverar – e arriscar tudo – por amor. Um triunfo literário que confirma Junot Díaz como uma das melhores e mais empolgantes vozes de nosso tempo.

Fonte: https://www.amazon.com.br/fant%C3%A1stica-vida-breve-Oscar-Wao/dp/8501081809

Oscar Wao é um nerd gordinho, sem muitos amigos e que passa o seu tempo lendo e assistindo filmes. Ele tem ascendência dominicana, mas mora em Nova York com sua mãe e sua irmã. Oscar sofre bullying na escola e não tem nenhum amigo, o que só o torna mais retraído. O que ele mais deseja é encontrar alguém que goste dele de verdade.

Para piorar tudo, a família de Oscar é amaldiçoada e vários parentes seus já tiveram os mais terríveis destinos.

A Fantástica Vida Breve de Oscar Wao é o primeiro livro de Junot Díaz, um jovem escritor, conhecido pelos seus contos.

Junot nos apresenta um personagem bem diferente do que vemos normalmente, embora a ideia do nerd rejeitado já seja comum há um tempo, Oscar também é dominicano e gordo, é quase como se ele fizesse parte de todas as minorias possíveis. O fato de o próprio Junot ser descendente de dominicanos, torna a criação do personagem realista.

Junot Díaz

Oscar é oprimido por todos e justamente por isso, é muito fácil simpatizar com ele e torcer para que os seus planos deem certo. Oscar também sai do estereótipo de latino sedutor, uma vez que ele é extremamente azarado quando o tema é amor.

O livro foi publicado em 2007, quando o preconceito contra imigrantes não era tão alto quanto hoje, mas já era um assunto relevante nos Estados Unidos e, em muitos momentos o autor fala sobre isso com muita clareza, já que ele mesmo é descendente de imigrantes.

Mais que uma narrativa sobre bullying, uma aula de história

A família de Oscar é, supostamente, perseguida por uma maldição, então, além de acompanharmos a vida de Oscar, que acontece nos dias de hoje, nós também acompanhamos o destino de alguns membros da família Wao e em função disso, ficamos conhecendo um pouco mais da história da República Dominicana, já que alguns de seus descendentes foram mortos, presos e torturados na ditadura dominicana.

O livro também fala um pouco sobre a situação da mulher nos Estados Unidos, especialmente da mulher imigrante, já que a irmã de Oscar, Lola também sofre preconceitos e pior ainda, assédios durante a trama.

Uma das edições do livro

O livro é narrado por um ex-namorado de Lola, que se torna o único amigo que Oscar já teve, por isso, sua narração é claro, sentimental e quase pessoal. O próprio narrador diz que no começo também achava Oscar esquisito, e que só passou a gostar dele com a convivência, o que nos faz pensar que as outras pessoas, que humilhavam Oscar, talvez tivessem gostado dele, se o tivessem conhecido melhor.

Como é narrado por um jovem, a prosa é cheia de gírias, e mistura inglês com espanhol (na tradução brasileira, português com espanhol) dando ao leitor a ideia de que ele está ouvindo uma história de um amigo, portanto a leitura é muito fácil e rápida.

O jeito de narrar também é divertido, o que faz contraste com o assunto do livro, que não tem nada de engraçado, muito pelo contrário, o livro narra as mais variadas tragédias, desde estupros, até assassinatos.

A Fantástica Vida Breve de Oscar Wao ganhou, além de outros, o premio Pulitzer em 2008 e foi considerado pelos críticos o melhor romance do século XXI.

Vencedor do Prêmio Pulitzer de ficção e de outros prêmios literários de destaque mundial em 2008 e aclamado por renomadas publicações como um dos melhores livros do ano, A fantástica vida breve de Oscar Wao é o primeiro romance de Junot Díaz, um dos mais originais e memoráveis escritores da atualidade.

Tags

Fernanda Cavalcanti

Formada em cinema, apaixonada por literatura, divide seu tempo livre entre ler, escrever e dançar. Gosta especialmente de terror, mas lê/assiste de tudo. Também escreve para o blog Além da Toca do Coelho.

Matérias Relacionadas

Close