La La Land: Cantando Estações, homenagem ao cinema

Mia (Emma Stone), uma atriz iniciante e Sebastian (Ryan Gosling), um músico de jazz, são dois jovens artistas tentando vencer em Los Angeles. Quando se conhecem, eles se apaixonam e começam um relacionamento. La La Land: Cantando Estações acompanha o casal enquanto passam por audições, shows e peças de teatro, ao mesmo tempo em que tentam conciliar seu namoro.

Artistas

O filme se foca em jovens artistas tentando conseguir sucesso em Los Angeles. O roteiro escolhe falar de Mia, uma jovem atriz, e de Sebastian, um músico de jazz. Mas poderia falar de qualquer outro tipo de arte. Assim, acompanhamos as dificuldades na vida de qualquer pessoa que vive, ou que deseja viver de arte. Mia, por exemplo, faz diversas audições onde não prestam a menor atenção nela; ou encontra diversas pessoas que são iguais a ela. Então ela tem a sensação de que por mais que tente, nunca consegue o papel.

Mia e Sebastian em La La Land
Mia e Sebastian

O interessante de La La Land é que ele mostra os dois lados dessa vida. Tanto Mia quanto Sebastian falam sobre sua arte com muita paixão. Fica bem claro ao espectador o quanto eles gostam do que fazem. Mas em alguns momentos, os dois também se sentem frustrados, pois acham que não são bons o suficiente e pensam em desistir.

No entanto, um sentimento que parece permear todo o filme é o de que seus protagonistas não conseguem viver sem a arte.

Gosling e Stone em cena de La La Land
Gosling e Stone em cena do filme

Amor

A princípio, o romance de Mia e Sebastian pode parecer o mote principal de La La Land, já que o filme passa boa parte do tempo nos mostrando como os dois se conhecem, se apaixonam e começam a namorar. Mas essa é uma impressão que vai passando com o tempo. Embora Mia e Sebastian se amem e sejam dedicados ao relacionamento, os dois parecem concordar que suas carreiras estão acima de suas relações pessoais.

O musical também fala da dificuldade de balancear diferentes aspectos da vida, como a vida profissional e a vida amorosa. Durante o filme, Mia e Sebastian são desafiados diversas vezes a escolher entre uma coisa ou outra.

La La Land: Cantando Estações acompanha o romance de dois jovens artistas
La La Land: Cantando Estações acompanha o romance de dois jovens artistas

Isso não quer dizer que La La Land não fale sobre amor ou que seus protagonistas não se amem. Mas o longa quer falar sobre um amor maior.

As músicas

As músicas que fazem parte da trilha sonora foram compostas para o filme. Entre elas estão Another Day At The Sun, Someone in The Crowd, A Lovely Night, City of Stars e Audition (The Fools Who Dream).

Os atores cantam as músicas em cena, o que faz de La La Land um musical clássico, onde as cenas musicais são apresentadas fora do palco. Mas também há cenas das apresentações e gravações de Sebastian.

Emma Stone como Mia
Emma Stone como Mia

Este também é um filme que tem bastante coreografia e fica claro que existiu muito cuidado nesse quesito.

Aspectos técnicos de La La Land: Cantando Estações

Embora a história não seja complexa, o filme tem o seu charme e quebra certos clichês, sendo interessante. Fica claro desde o princípio que há uma ótima produção. O filme usa uma paleta de cores bem variada e todas elas são bem fortes, o que já dá um ar de animação para tudo. O figurino pende mais para o vintage, embora as roupas não sejam exatamente antigas. Mas La La Land não é um filme de época, já que claramente se passa nos dias de hoje. A ideia mesmo é apenas fazer menções a outros tempos. As roupas usadas por Emma Stone são especialmente bonitas.

La La Land faz referências a outros filmes
O filme faz referências a outros filmes

La La Land: Cantando Estações faz outras referências, além das roupas. O filme cita diversos clássicos do cinema, como 8 ½, Cantando na Chuva, Melodia da Broadway, Amor Sublime Amor, Os Guarda-Chuvas do Amor, Charity, Meu Amor, O Mágico de Oz, Moulin Rouge: Amor em Vermelho, entre outros. Isso nos faz pensar que talvez La La Land seja, na realidade, uma grande homenagem não só ao cinema, mas também ao cinema musical.

O longa também tem boas atuações, especialmente a de seus dois protagonistas, Ryan Gosling e Emma Stone. Eles estão bem nos seus personagens e tem muita química, deixando o casal principal extremamente crível. O elenco também canta bem e se sai bem nas coreografias, o que é um bônus.

La La Land: Cantando Estações tem diversas cenas de dança
La La Land: Cantando Estações tem diversas cenas de dança

Prêmios

Assim, La La Land foi indicado a 13 Oscars, incluindo melhor filme, melhor diretor, melhor atriz (Emma Stone) e melhor ator (Ryan Gosling). O filme perdeu melhor filme para Moonlight: Sob a Luz do Luar em um dos momentos mais bizarros do Oscar, mas ganhou seis Oscars: melhor diretor, melhor atriz, melhor trilha sonora, melhor canção original (por City of Stars), melhor direção de arte e melhor fotografia.

La Land: Cantando Estações é um romance bem executado que presta homenagens a diversos outros filmes. Certamente vai encantar e emocionar a plateia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar