The God of Highschool, pancadaria no melhor estilo

Diferentes estilos de combate e poderes além da humanidade...

Animes de batalhas com campeonatos costumam ser clichês, certo? Eles acabam oferecendo pouco espaço para originalidade. Entretanto, The God of Highschool mistura o gênero com algumas características especiais e, dessa forma, consegue trazer muita pancadaria junto a uma trama misteriosa. Assim, ao longo do anime, mostra estilos de luta e motivações diferentes.

O anime produzido pela Crunchyroll, já há algum tempo atrás, teve sua história contada por intermédio de webtoon. Depois teve seus direitos adquiridos e a produção animada feita pela grande distribuidora de animes. Certamente isso é bem legal, mas pode, como visto, desagradar alguns fãs como em qualquer adaptação.

The God of Highschool

A principal crítica sobre o anime é referente a compressão ou rush do enredo. No mangá, a trama surge de maneira muito mais completa, e certamente parece ter sido acelerada para o novo formato de TV. Por outro lado, com o enredo enxuto, podemos conferir mais batalhas! Dessa forma, eles oferecem uma produção focada nos embates entre os personagens e seus diferentes estilos.

Pra quem não sabe, esta obra é um manhwa (manga sul-coreano) e seu criador, Yongje Park, explicou que suas inspirações foram clássicos jogos de luta, animações, HQs e filmes. Sendo assim, ele pode trazer diversos elementos conhecidos para as lutas e variar entre os estilos com lutas que vão desde Tai Chi até Kendo.

História de The God of High School

God of High School é o nome do campeonato que seleciona jovens lutadores para disputar o título de “Deus”. Entre eles está nosso protagonista, Jin Mori, especialista no estilo Taekwondo que mistura as técnicas com acrobacias para esmagar seus oponentes. Na jornada, ele fará dois amigos importantes: Dan Daewi, um rapaz com uma força surpreendente; e Yu Mira, especialista em espadas. Juntos, eles enfrentarão inimigos poderosos e descobrirão segredos sobre o campeonato que envolve o uso de um poder sobrenatural.

O avô de Jin está desaparecido e a organização por trás do campeonato parece procurá-lo. Isso traz certa tensão ao anime, diante do órfão que deseja reencontrar seu avô e desvendar os segredos que estão por trás das lutas.

The God of Highschool

Animação

As animações ocorrem com qualidade, obra do estúdio Mappa (Yuri on Ice e Kakegurui – sendo este último um excelente anime da Netflix sobre jogos de mesa), que consegue trazer traços agradáveis e movimentações bem produzidas para representar e tentar dar vida aos golpes demonstrados enquanto mistura características do mundo real com poderes místicos ainda pouco explicados.

Os personagens são bem característicos e vão te lembrar os clássicos campeonatos de animes famosos. Infelizmente falta certo aprofundamento na história desses personagens, situação que surge de maneira mais confortável nos quadrinhos.

Então, por que assistir?

Lutas incríveis, poderes curiosos e diversos estilos de batalhas estão presentes nesse anime que mistura combates com uma dose de mistério. Sendo assim, é uma boa opção para os fãs que já acompanhavam a série em outro formato. Além disso, é uma excelente opção para aqueles que gostam de animes de lutas.

The God of Highschool

A primeira temporada já acabou e você pode conferir os episódios de forma gratuita, na plataforma oficial da Crunchyroll (assista aqui).

E vocês? O que acharam de The God of Highschool?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar